Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2012

Anjos sem asas

Existem coisas que são inexplicáveis à mente humana. Umas são visíveis, outras não são possíveis serem vistas a olho nu. Ainda outras, são apenas sentidas. Sentidas através do coração e da alma. Coisas estas que foram criadas pelo bondoso Deus. Alguns anjos são seres espirituais, outros são seres humanos. De qualquer forma, todos foram criados por Deus. Entretanto, a questão não é se existem ou deixem de existir. Afinal, o que foi criado o foi para a glória de Deus e o que não foi criado o não foi também para a glória de Deus. Mas uma coisa é certa: Deus cria anjos sem asas. Anjos que comem e bebem com a gente. Anjos que dormem, acordam, brincam, brigam e se divertem conosco. Anjos que vem e vão. Anjos que deixam muitas alegrias e saudades. O meu anjo se foi. Foi para os braços de Deus. Nunca vi o meu anjo voando, mas sempre trabalhando.

Homenagem a minha querida mãe, dona Raimunda, de saudosa lembrança.

Luciano Paes Landim.

A Base Bíblica de Missões em Mt 28.19-20

Imagem
“Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado. E eis que estou convosco todos os dias até a consumação do século.” (Mt 28.19-20)
O texto de Mt 28.19-20 é conhecido como a Grande Comissão. O mesmo não é “uma mera missão” que abaliza a ideia de que a preocupação principal da Igreja deve ser o convertimento de pessoas e o estabelecimento de igrejas. Biblicamente falando, é mais do que isso. É um chamado que o Senhor ressurreto faz à Igreja para que ela se dedique e se sagre a formar discípulos que reconheçam seu Senhorio universal , se integrem ao povo de Deus e efetuem a incumbência de Jesus, que inclui todos os aspectos da vida humana. Isto pode ser chamado de missão integral .
A palavra “ide” no grego não é um verbo no imperativo, mas um particípio significando “indo”, ou “enquanto estejam indo”. O termo usado “hebraisticamente” tem o sentido de “forma de…

ESTRATÉGIAS DE EVANGELIZAÇÃO URBANA (Parte 03)

INTRODUÇÃO: Quantas igrejas existem em sua cidade? Biblicamente, apenas uma. Existe somente um corpo, um só Espírito, uma só esperança, um só Senhor, uma só fé, um só batismo, um só Deus e Pai (Ef 4.4-6; 1Co 12.12). John Stott afirmou: “A unidade da igreja é tão indestrutível quanto a unidade do próprio Deus. Dividir a igreja é tão absurdo quanto dividir o próprio Deus”. Ou seja, se as igrejas esperam evangelizar integral e transformadoramente as cidades, elas precisarão se unir e formalizar coalizões que expressem sua visão de Reino. Esta unidade, no entanto, opera também com diversidade. 
DISTRIBUIÇÃO DE FOLHETOS: Oportunidades sem conta são perdidas porque não temos folhetos na hora certa. Devemos ter folhetos no emprego, em casa, na bolsa ou carteira, etc. Devemos distribuir folhetos em feiras, rodoviárias, escolas, universidades, etc. 
O ENVIO DE CARTAS E LITERATURAS PELOS CORREIOS: É uma forma de enviar convites pessoais, para participarem da programação da igreja, aos visitant…

O Sustento Missionário, Um Sacrifício Financeiro

Imagem
“Se Deus quer a evangelização do mundo, mas te recusas a sustentar as missões, então opões-te à vontade de Deus.” Oswald Smith INTRODUÇÃO A Bíblia diz que a contribuição não é um peso, mas uma graça. Graça é um dom imerecido: “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia” (2Co 8.1). A contribuição não é somente alguma coisa que apresentamos a Deus, porém, principalmente, uma graça que Deus concede a nós. Deus nos dá o privilégio de sermos parceiros no grande projeto de evangelização do mundo e assistência aos santos. A contribuição é uma semeadura e o dinheiro é uma semente. A sementeira que se multiplica é a que semeamos e não a que comemos. Quando semeamos com abundância, colhemos com abastança: “E isto afirmo: aquele que semeia pouco pouco também ceifará; e o que semeia com fartura com abundância também ceifará” (2Co 9.6). 1. A DIFICULDADE MISSIONÁRIA DA IGREJA: Alguém disse que os jovens gastam mais com refrigerantes do que com a obra …

AS VÁRIAS FACES DA DOENÇA

Jesus Cristo dedicou boa parte do seu ministério aos enfermos. Os Evangelhos contêm numerosos relatos sobre curas que Jesus efetuou. Jesus é a esperança dos desesperados. Ao realizar diversas curas, mostrou as várias faces das enfermidades: 1ª Face: Existem casos em que o pecado gera a doença. Veja dois exemplos onde o pecado está relacionado profundamente com a enfermidade: a) O paralítico de Betesda: “Mais tarde, Jesus o encontrou no templo e lhe disse: Olha que já estás curado; não pequeis mais, para que não te suceda coisa pior” (João 5.14, ARA); b) O paralítico em Cafarnaum (conferir Lucas 5.17-26). Observe que Jesus somente curou suas pernas depois de perdoar-lhe os pecados. 2ª Face: Existem casos em que tanto a doença quanto a morte não decorrem de um pecado específico, mas concorrem para a glória de Deus. Exemplos: a) O cego de nascença: “Respondeu Jesus: Nem ele pecou, nem seus pais; mas foi para que se manifestem nele as obras de Deus” (João 9.3, ARA); b) A grave enferm…

Missão: O Tempo é Agora!

Imagem
Observamos na Bíblia a urgência: “Escolhei hoje a quem sirvais... Eu e a minha casa serviremos ao Senhor” (grifo nosso, Js 24.15). “Eu te ouvi no tempo da oportunidade e te socorri no dia da salvação: eis agora o tempo sobremodo oportuno, eis agora o dia da salvação” (grifo nosso, 2Co 6.2). Pregar o Evangelho é a nossa missão (Mt 28.19,20). Mesmo que os outros não queiram ir, devemos partir. Devemos anunciar a Palavra de vida mesmo que os recursos sejam poucos ou que haja obstáculos. Necessitamos obedecer a voz do Mestre usando os meios disponíveis, caso contrário, estaremos cometendo pecado de desobediência. Verdadeiramente, a seara é grande e poucos são os ceifeiros (Mt 9.37). Entretanto, fomos salvos, chamados e escolhidos para exercer o maior ofício que alguém pode ter na Terra: o trabalho de um missionário. Legitimamente, somos privilegiados por sermos cooperadores de Deus no projeto de redenção. Pois, levando a sério a vocação missionária da Igreja, experimentaremos as grandes…