Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

Eu Vos Farei Pescadores de Homens

Imagem
(Sermão pregado na 1ª Conferência Missionária da CAS em São Sebastião/DF, 28 de junho de 2014)
Mt 4.18-22 (ênfase no versículo 19) Introdução: 1.Jesus chamou pescadores como discípulos para servirem em sua missão. Ele daria a eles melhores redes. 2.A evangelização estava no âmago do chamado de Jesus a seus discípulos. O chamado de Jesus é um chamado para a salvação e para a missão. 3.Oswald Smith: “Cada coração com Cristo é um missionário. Cada coração sem Cristo é um campo missionário”. Todo cristão é chamado a ser um pescador de homens. 4.O crente, seja ele pastor, presbítero, diácono, professor da EBD, ou apenas membro da igreja, se nãoestiver ocupado, procurando trazer outras pessoas a Cristo, está falhando em seu dever na obra de Deus. 5.Como ser um pescador de homens? Como ser um ganhador de almas? Jesus nos dá as respostas!
Em primeiro lugar, para ser um pescador de homens é preciso ser chamado - “E disse-lhes” (v. 19): 1.Ninguém entra na obra missionária sem ser chamado e ninguém conse…

2º Encontro Teológico Reformado

Imagem

Razões Porque Devemos Fazer Missões

Imagem
ESBOÇO DE SERMÃO

1Co 9.16 Introdução: 1.Oswald Smith: “Cada coração com Cristo é um missionário. Cada coração sem Cristo é um campo missionário”. 2.Charles Spurgeon: “Todo cristão ou é um missionário ou é um impostor”. 3.Você é cristão? Então saiba qual é a sua missão! 4.Vejamos algumas razões porque devemos fazer missões:
I. A primeira razão é a certeza total de que estamos fazendo a vontade de Deus: 1.“... pois sobre mim pesa essa obrigação...”. 2.Paulo não pregava por orgulho próprio, mas por obrigação divina. Ele não tinha outra escolha, porque Deus, de modo soberano, o havia separado para a obra. 3.Ninguém entra na obra missionária sem ser chamado, e ninguém consegue sair da obra missionária quando se é chamado. Missões não é uma obra pra quem quer ou pra quem gosta, mas pra quem é chamado. 4.Paulo sabia que não podia se orgulhar da pregação: ele havia sido chamado para isso, não tinha escolha. 5.Não basta estar envolvido com missões, tem que estar comprometido.
II. A segunda razão é que o ev…

Capelania Esportiva: Um Desafio Missionário

Imagem
1Co 9.24-27
Introdução - Comentário do Texto-Base: 1.(v. 24) “correm”: Os gregos apreciavam dois grandes eventos atléticos, os jogos Olímpicos e os jogos do istmo, e como os jogos dos istmo eram sediados em Corinto, os cristãos estavam bem familiarizados com essa analogia de correr para ganhar. 2.(v. 25) “se domina”: O autocontrole é essencial para a vitória. “coroa”: Uma grinalda de folhas entregue ao vencedor da corrida. 3.(v. 26) “não sem meta”: Por quatro vezes ele mencionou o seu objetivo de ganhar pessoas para a salvação. “desferindo golpes no ar”: Paulo muda a metáfora para a luta de boxe, a fim de ilustrar a verdade de que ele não era um boxeador que lutava com um adversário imaginário, apenas brandindo seus braços sem propósito. 4.(v. 27) “esmurro”: Significa, literalmente, golpear sob os olhos. Paulo golpeou seus impulsos do corpo para evitar que eles impedissem a sua missão de ganhar almas para Cristo. “desqualificado”: Outra metáfora que usa os jogos atléticos. Um competidor qu…